Vazante está com alto índice de dengue, aponta SES-MG



O Boletim Epidemiológico desta segunda-feira (25), divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) confirmou a previsão de que os casos prováveis de dengue aumentariam na região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.

Os números referentes ao período de 1º ade janeiro a 25 de fevereiro foram atualizados e apresentados em uma reportgem do G1, nesta terça-feira (26).

O município de Uberlândia registrou mais de 922 casos no período de uma semana e, por isso, passou da classificação de incidência “alta” para “muito alta”. João Pinheiro aparece com 883 casos suspeitos e Araguari, com 756. O município de Prata está com 336 casos, Vazante, com 116, Veríssimo, com 83, e Romaria, com 27, também estão classificados com incidência “muito alta”.

Conforme consulta à Vigilância Epidemiológica em Vazante, feita pela reportagem da Rádio Montanheza, o município teve 149 notificações. Houve confirmação de 76 delas, incluindo um óbito. Outros 73 casos ainda estão sob investigação.

De acordo com o boletim da SES-MG, não há registros de óbitos suspeitos de Chikungunya em 2019. Por outro lado, o número de casos prováveis aumentou de 406 para 509 no período de uma semana.

Sobre a Zica, já são 145 casos prováveis da doença em 2019 em todo o Estado, sendo 37 em gestantes, com uma confirmação laboratorial até o momento.



Por Anderson Franque

Com informações G1



Written by 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *