Vazantino cai em golpe do WhatsApp e deposita mais de R$ 14 mil reais

Vazante

Golpes pelas redes sociais continuam fazendo vítimas em Vazante. Só na última semana, a Polícia Civil registrou mais de cinco ocorrências nessa modalidade de golpe de estelionato ou extorsão. Os criminosos utilizam o WhatsApp, Facebook ou Instagram com perfis falsos para enviar mensagens. 

Para praticar extorsão, os bandidos conseguem ter acesso às vítimas que, geralmente, são influenciadas durante uma conversa mais intima. Com isso, os criminosos conseguem fotos intimas “nudes” e informações pessoais. As vítimas são, em sua maioria, pessoas casadas.



Com o material em mãos, o criminoso se identifica como autoridade policial. Coagindo a vítima, dizendo que ela será presa, que a pessoa do outro lado é menor de idade, ele impõe temor à pessoa para extorqui-la. A maior parte das “acusações” são de estupro de vulnerável e assédio sexual.

Em outros casos, o WhatsApp do usuário é duplicado, mas não clonado. O mesmo nome e foto é usada, mas o contato é trocado. Os golpistas procuram contatos de pessoas próximas e inventam alguma história para justificar a troca de número e pedem depósitos em dinheiro.

Uma vítima de Vazante, que não teve o nome divulgado, perdeu mais de R$ 14 mil reais nesse golpe. O caso não é único, em anos anteriores outras pessoas também foram vítimas de estelionatários.



De acordo com o delegado André Luiz, esse tipo de golpe vem sendo registrado com muita frequência, fazendo várias vítimas no município.

A população deve ficar atenta diante das redes sociais, ainda mais quando há solicitação de amizade de pessoas desconhecidas, podendo se passar pelos chamados “fakes”.

Se cair no golpe ou está prestes a cair, não transfira dinheiro, pois será difícil de rastrear. Não apagar o conteúdo das mensagens, que deverão servir de provas, e, claro, ter cuidado em aceitar amizades pelas redes sociais. E em caso de cair no golpe ou perceber se tratar do golpe, informe a Polícia.



Por Anderson Franque / Montanheza FM 93.5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *