Morre em Patos de Minas único sobrevivente de acidente entre van e caminhão na BR-365

Minas Gerais


Colisão registrada há uma semana em Patos de Minas (MG) resultou na morte de 13 pessoas; maioria estava na van e era trabalhadores rurais que saíram no Norte de Minas. Polícia Civil investiga o caso.

Morreu em Patos de Minas a 13ª vítima de um acidente entre van e caminhão, registrado há uma semana na BR-365. Mário Teixeira Xavier Júnior, de 26 anos, era o único sobrevivente e estava internado há uma semana no Hospital Regional Antônio Dias, em Patos de Minas.



O óbito foi na noite deste domingo (27) e, segundo apurado pelo G1 com o Instituto Médico Legal (IML), o corpo já foi liberado para a família, que é de Januária, no Norte de Minas.

Ele era trabalhador de uma lavoura de café em Patrocínio e estava na van, juntamente com outros dez passageiros e o motorista, que morreram no local. O caminhoneiro também faleceu com a batida. Após a colisão, o jovem teve traumatismo craniano e passou por várias cirurgias, mas não resistiu aos ferimentos.



O acidente é investigado pela Polícia Civil. Segundo informou o delegado regional Luiz Mauro Sampaio, o inquérito ainda não foi finalizado, pois investigadores ainda aguardam alguns laudos.

Acidente

A batida de frente entre o caminhão e a van com placas de Patrocínio foi na madrugada do dia 20 de setembro, no km 373 da BR-365, próximo ao local conhecido como “Curva dos Moreiras”, em Patos de Minas.



Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a suspeita é que o motorista da van tentou desviar de uma árvore caída na pista e atingiu o caminhão que estava no sentido contrário.

“A árvore na estrada pode ter sido o resultado de uma queimada às margens da rodovia. A base da árvore estava queimada, danificada pelo fogo. Ela caiu e bloqueou metade da pista de rolamento”, explicou o PRF João Alvarenga.



Vítimas

Segundo parentes das vítimas, maior parte dos passageiros eram do Norte de Minas, das regiões de São João da Ponte e Januária, e trabalhavam em colheitas de café no Alto Paranaíba.

Entre eles os irmãos Rubens e Leandro Pereira da Silva e o primo deles, Magno Pereira Oliveira, que viajavam para trabalhar na colheita do café em Patrocínio.



No veículo também havia uma criança e dois adolescentes. Parentes disseram ao G1 que um deles era João Pedro Martins, de 14 anos. O garoto estava a caminho de Patrocínio para rever os pais, que estavam trabalhando na colheita.

Já um menino de 9 anos estava com a avó e, segundo familiares, eles estavam retornando para casa onde moravam, em Patrocínio. Os dois haviam passado alguns dias visitando familiares no Norte de Minas, incluindo a mãe do menino.



Contudo, as polícias Civil e Rodoviária ainda não informaram de onde as vítimas saíram e qual o destino final de todas.

O nome das 13 vítimas do acidente foi divulgado pelo Instituto Médico Legal de Patos de Minas na tarde de domingo.



Vítimas fatais

  • Mário Teixeira Xavier Júnior – 26 anos – Januária (MG)
  • Elizabete Carneiro de Mota – 51 anos – de Januária (MG)
  • David Fernandes da Silva – 41 anos – de São João da Ponte (MG)
  • Daniel Alves do Nascimento – 38 anos – de Pedras de Maria da Cruz (MG)
  • Leandro Pereira da Silva – 35 anos – de São João da Ponte (MG)
  • Magno Pereira Oliveira – 36 anos – de São João da Ponte (MG)
  • Renato Santos Dantas – 31 anos (motorista do caminhão) – Itabaiana (SE)
  • Rubens Pereira da Silva – 30 anos – de São João da Ponte (MG)
  • Walison Soares Cordeiro – 27 anos (motorista da van) – de São João da Ponte (MG)
  • Junio Antunes de Jesus – 25 anos – Brasília de Minas (MG)
  • João Pedro Cardoso Martins – 14 anos – Januária (MG)
  • Tamires Alves Pereira – 13 anos – Januária (MG)
  • Victor Eduardo Mota – 9 anos – Januária (MG)

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *