Familiares relatam como foi o atendimento de Monia no Hospital; jovem lagamarense faleceu após parto em Patos de Minas



Os familiares da jovem Mônia Franciele Marçal Borges, que faleceu após um parto na última terça-feira (18), no Hospital São Lucas, acreditam que houve um erro médico.

De acordo com Fabrício, primo da vítima, a jovem entrou para a sala de parto às 10h e saiu às 12h30, tempo considerado elevado para uma cesariana. Cerca de 20 min após ser levada para o quarto, a paciente começou a sofrer um sangramento. Ainda de acordo com relatos do primo da vítima, o médico foi chamado no local para averiguar a situação três vezes, porém alegou que o sangramento era normal.

Segundo consta no boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), o médico Sérgio Piau foi até o quarto e fez os procedimentos de toque e ultrassom e, de acordo com o médico, não havia sinais de sangramento. Porém, por volta das 19h, Mônia sofreu uma parada cardíaca e veio a falecer.

O primo da paciente contou ainda que, o próprio tio da vítima teve que ir até o hemominas para buscar sangue, após 4 horas da solicitação ser feita.



“Levaram para CTI direto. Da segunda vez que chamou, O médico pediu sangue, O Hemominas demorou 4 horas para liberar”, relata o primo.

Segundo o laudo do IML Monia teve choque hemorrágico e sangramento uterino. O Corpo de Monia foi sepultado em Retiro da Roça povoado de Lagamar.



Written by 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *