Vazante adéqua aterro sanitário às normas exigidas pela legislação ambiental




Por meio de um TAC (Termo de Ajuste de Conduta), firmado com o Ministério Público Estadual, o município de Vazante vem cumprindo todos os compromissos para adequar seu aterro sanitário de acordo com as normas estabelecidas pela legislação ambiental. As informações são da Rádio Montanheza.

Antes da construção do aterro, a cidade enfrentava vários problemas com a destinação do lixo doméstico por falta de local para o devido tratamento do material coletado, que era depositado de forma imprópria em áreas inadequadas.



Concluído parcialmente em 2012, o aterro sanitário de Vazante foi construído numa área de 10 hectares da Fazenda Cercado e sua estruturação ainda está em andamento para que ele possa funcionar conforme a sua capacidade de operação prevista para um prazo de 47 anos.

Atualmente, a população de Vazante produz cerca de 12 toneladas de lixo por dia, material que é coletado e depositado no aterro sanitário, onde recebe todo o tratamento necessário para a correta destinação final.



 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *