ACUSADO DE TENTATIVA DE FEMINICÍDIO EM LAGAMAR É CONDENADO À PRISÃO SEMIABERTA

Lagamar

Julgamento foi nesta terça-feira (23)

Acusado de tentativa de feminicídio em Lagamar, o réu Ivam Silva Garcia foi julgado na tarde desta terça-feira (23) no Fórum da Comarca de Presidente Olegário. Por decisão do Tribunal do Júri, ele foi condenado a sete anos de prisão em regime semiaberto.

De acordo com o advogado de defesa, Douglas Mateus Silva, eles vão recorrer da decisão pois entendem que Ivam não cometeu tentativa de feminicídio, mas sim lesão corporal, uma vez que nenhum dos golpes teria sido suficiente para colocar a vida da vítima em risco. 



O advogado observou ainda que o réu se encontra preso desde a época do crime e não ganhou o direito de recorrer em liberdade. 

O CRIME:

No dia 04 de janeiro deste ano, a Polícia Militar foi acionada para comparecer ao Pronto Socorro de Lagamar, onde a vítima Adriana Maria Carvalho Rabelo, de 48 anos, deu entrada para receber atendimento médico. Ela contou que havia sido espancada e esfaqueada pelo ex-marido.



Segundo a Polícia Militar, Ivam começou a passar a faca no pescoço e no peito de Adriana e, em seguida, desferiu um golpe que acertou as duas coxas da mulher. Ao perceber que poderia ser assassinada, ela correu e ainda levou mais um golpe nas costas. Ivam acabou sendo preso após ser encontrado escondido debaixo da pia.



Redação
Author: Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.