Conheça os jurados do 13º Festivaz; inscrições terminam na sexta-feira, 09




Entre os dias 12 e 17 de novembro será realizado, no Estacionamento do Ginásio Poliesportivo “Reni Soares da Cunha, o 13º Festival de Música de Vazante (Festivaz). O evento terá R$ 13 mil em prêmios em diversas categorias. As inscrições podem ser feitas até o dia 09 de novembro através do site da Prefeitura de Vazante ou aqui..

REGULAMENTO e INFORMAÇÕES na página oficial da prefeitura no Facebook, no site www.vazante.mg.gov.br ou pelos telefones (34) 9 9148-7313 falar com Célio Gomes ou  (34) 9 9687-0580 com Edyvan. Ao preencher a inscrição e entregar a comissão organizadora o concorrente estará concordando com todo regulamento do 13º Festivaz.



Conheça abaixo os jurados do 13º Festivaz.

CÉLIO FERNANDES BORGES – Célio é pianista e está concluindo o curso técnico pelo conservatório “Cora Pavan” em Uberlândia. Professor de violão, teclado e acordeom.
Trabalhou durante oito anos no CVT — Centro Vocacional Tecnológico de Coromandel, ministrando aulas de músicas, tocando em vários eventos.



EDUARDO DOS SANTOS MARIANO – É Maestro da corporação musical “Maestro de Gomes” de Coromandel desde 2000. É Maestro da banda de música de Vazante desde 2005. Toca violão, trompete, trombone e flauta doce. Conduziu diversos projetos musicais com instrumento de sopro em Coromandel, Vazante e Guarda-Mor. Organizou diversos festivais.

GIANCARLO FRANCISCO – Músico, já acompanhou várias duplas e bandas em diversos lugares do Brasil, foi vencedor de duas edições do Festivaz; toca bateria e outros instrumentos, também é cantor e atualmente trabalha como professor de música no Centro Cultural de Vazante.



VIRGÍLIO AUGUSTO ALVES – Começou na área musical aos 10 anos, sendo muito ligado à área cultural. Formador de fanfarras, organizou ativamente oito fanfarras aqui em Vazante. Organizou também a fanfarra de Lagamar, que sempre teve uma grande participação em festivais de toda região. Foi músico e tesoureiro na banda Lira Mariana Patente, trompetista na banda de Lagamar. Além do trompete, toca saxofone, flauta, violão e trombone. Virgílio conhece o Festivaz e sua história, participando como jurado de várias edições.

WILLIAM OLIVEIRA DOS SANTOS – Músico, produtor musical, arranjador, sound designer e técnico de mixagem, músico autodidata. Aos 12 anos teve seu primeiro instrumento o violão, aos 14 anos a sua primeira guitarra e algum tempo depois entrou para uma banda de Rock, depois integrou o Grupo de pagode Auhê, época que dividiu palco com o renomado grupo Araketu, gravou em São Paulo, um EP do Grupo Auêh, quando a sua trajetória como produtor iniciava, e em seu primeiro contato com um estúdio de produção rendeu um convite para integrar o time de técnicos de gravação.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *