Moradoras de distrito de Vazante aprendem a fazer peças íntimas



No meio rural, costurar é praticamente uma tradição entre diferentes gerações de mulheres, mas costurar por hobby é diferente de ser uma profissional da costura. Em Vazante, na região noroeste do estado, mulheres de produtores rurais estão mudando de vida após o curso de Peças Íntimas do Senar Minas.

Elas moram no distrito de Vazamor, a 35 quilômetros da cidade. O curso chegou até lá através da parceria do Senar com a ADVAZ (Agência para o Desenvolvimento Local Integrado e Sustentável de Vazante). “Todas as alunas já tinham noções de costura, mas queriam se profissionalizar para ter oportunidade de ganhar dinheiro com essa atividade”, relata a mobilizadora da ADVAZ, Gislene de Oliveira.





O curso tem duração de cinco dias. Primeiro as participantes aprendem sobre conservação do vestuário, cuidados básicos de segurança no trabalho e até sobre perfil de consumidores. Já na parte prática elas aprendem sobre a máquina de costura, equipamentos, manutenção e operação, que envolve obter medidas, traçar moldes, cortas as peças, costurar e fazer acabamento.

Héda de Lima foi uma das participantes do curso. Ela já fazia peças íntimas, mas apenas para a família. Agora já está comercializando no distrito e também na cidade. “Eu aprendi muito, não sabia fazer acabamento, que é o mais importante se tratando de peças íntimas. Estou apaixonada pelo que estou fazendo e minhas novas clientes também”, conta, sorridente. Héda já tem um novo sonho: “Quero produzir mais e agregar cada vez mais valor às minhas peças. Gostaria de abrir uma empresa, mesmo que seja pequena”, revela.





“O curso foi muito válido para elas, tenho certeza que todas poderão ganhar dinheiro e melhorar de vida com a costura”, concluiu a mobilizadora daADVAZ.





Um comentário em “Moradoras de distrito de Vazante aprendem a fazer peças íntimas

  • 15 de Maio de 2018 em 16:21
    Permalink

    Podiam trazer o curso pro Distrito de Pilar.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Se deseja utilizar esse conteúdo envie solicitação para: [email protected]