Os moradores do Bairro Laranjeiras voltaram a sofrer com as queimadas. Na noite dessa quarta-feira (09), o fogo se alastrou por vários lotes vagos e assustou os moradores. A fumaça e a fuligem voaram alto. Casas vizinhas chegaram a ser ameaçadas pelas chamas. E não parou por aí. Na tarde dessa quinta-feira (10), o fogo voltou a arder no bairro. A Prefeitura Municipal disse que vem notificando os proprietários de lotes para limparem os imóveis.

O fogo da noite de quarta começou na Rua Lucy Caetano Barão e se espalhou rapidamente. O mato seco dos imóveis foi o combustível perfeito para o fogo se alastrar. Não se sabe se a queimada foi provocada, mas é certo que a conta disso fica muito cara para os moradores. A sujeira invade as casas e agrava os problemas respiratórios.

A outra queimada no Laranjeiras ocorreu por volta das 15h30 desta quinta, na rua Aristeu Caetano com a rua José Felipe de Melo. O fogo atingiu o mato alto que cobre a área de preservação ambiental e altas labaredas se formaram. O espaço fica ao lado do Rio Paranaíba confirmando o prejuízo ambiental. A fuligem invadiu as casas vizinhas.

E teve mais queimadas. No Bairro Sorriso um morador viu o fogo em um lote vago chegar no muro da casa. A Polícia Militar foi acionada para registrar a ocorrência e tentar localizar quem teria ateado fogo no local. Os moradores acionaram o Corpo de Bombeiros, no entanto não puderam comparecer por falta de viatura disponível.

As autoridades destacam que o fogo traz prejuízos não só aos seres humanos, matando filhotes de aves e animais. Insetos e muitos animais peçonhentos acabam invadindo as residências vizinhas. Os moradores do bairro estão revoltados com as queimadas e com a sujeira das dezenas de lotes. Eles cobraram providências da Prefeitura e dos donos dos imóveis.

A Prefeitura Municipal de Patos de Minas publicou uma reportagem nessa quarta-feira (09) informando que administração realizou a limpeza dos passeios de centenas de lotes não edificados e de propriedade privada nas Chácaras Caiçaras. “Agora, cabe aos donos desses lotes realizarem a limpeza dos imóveis”, destacou.

A Prefeitura também informou que, no fim da semana passada, foram expedidas cerca de 600 notificações e, agora, os proprietários destes terrenos têm o prazo de 8 dias para efetuar a retirada do mato e manter sua propriedade limpa. Após este prazo, se não houver a limpeza, eles serão multados.

Fonte: Patos Hoje