Orlando Fialho lamenta denúncia contra reforma de via rural em Vazante



O presidente da Câmara Municipal, vereador Orlando Fialho lamentou as dificuldades para atender aos apelos dos usuários que clamam pela recuperação da rodovia estadual LMG 706, ligando Vazante à Vazamor, Bagres, Vila do Cabeludo, Rio Escuro e outras localidades.

Por ser uma via não pavimentada e de tráfego intenso, a estrada apresenta constantes problemas de conservação e sua manutenção é de responsabilidade da regional do DER-MG de Paracatu.





No último dia 17 de maio Orlando Fialho e os vereadores Gilnei Cabeceira, Joel Pereira e Maurício Araújo mantiveram uma audiência com o coordenador do órgão, engenheiro Valter Mendes Porto, na tentativa de viabilizar a reforma da rodovia.

Na oportunidade o engenheiro informou que o DER-MG poderia ceder apenas uma motoniveladora e solicitou apoio logístico do município para executar o serviço.





Como a estrada necessitava de uma reforma geral e urgente, os vereadores buscaram parcerias com a Prefeitura Municipal, a Votorantim Metais e a Partecal, que prontamente se dispuseram a ceder pá-carregadeira, caminhões basculantes, pipa, além de brita e material de rejeito, usados nas primeiras etapas das obras.

A conclusão do serviço, porém, acabou comprometida por uma denúncia anônima que levou a Política Ambiental de Vazante a suspender a extração de cascalho para o restante das obras, conforme explicou Orlando Fialho na última reunião da Câmara Municipal.





Fonte: Câmara Municipal de Vazante





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Se deseja utilizar esse conteúdo envie solicitação para: [email protected]