Por PO Notícias,

Quer receber notícias de VAZANTE e região em primeira mão no seu WhatsApp?
Envie um “Zap” agora mesmo para 34 9 9198-8666 e fique bem informado!

A Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Presidente Olegário, concluiu 07(sete) inquéritos policiais que apuravam 08(oito) roubos praticados a comércios, fazendas e transeuntes ocorridos nas cidades de Lagamar e Presidente Olegário, tendo a quadrilha composta por LUIS RICARDO DO AMARAL, LEDSON MARTINS BORGES, GABRIEL VINÍCIUS LIMA DE FREITAS e AILTON CARLOS DOMINGOS como responsável por tais crimes.

De acordo com o delegado, Vinicius Volf Vaz, os investigados LUIS RICARDO e GABRIEL foram identificados como autores de um roubo praticado no dia 14 de novembro de 2016 a um bar situado no bairro Andorinhas em Presidente Olegário, ocasião em que subtraíram dinheiro e outros objetos.

Já no roubo de 17 de dezembro de 2016 LEDSON, LUIS RICARDO e GABRIEL foram identificados como responsáveis pelo assalto a um bar situado no bairro Andorinhas em Presidente Olegário, ocasião em que subtraíram dinheiro e outros objetos das vítimas.

AILTON foi identificado como um dos autores de um roubo ocorrido no dia 28 de janeiro de 2017 a um bar situado no bairro Aeroporto em Presidente Olegário, ocasião em que subtraíram dinheiro e outros materiais.

Já no roubo de 30 de janeiro de 2017 LEDSON, GABRIEL e LUIS RICARDO foram identificados como responsáveis pelo roubo a um comerciante no Centro de Lagamar, ocasião em que subtraíram dinheiro e outros objetos.

Os investigados AILTON, LUIS RICARDO, LEDSON e um adolescente de 17 anos foram identificados como responsáveis por um roubo ocorrido no dia 06 de fevereiro de 2017 a uma fazenda em Presidente Olegário, ocasião em que subtraíram dinheiro e outros materiais.

No dia 13 de fevereiro de 2017 LEDSON, GABRIEL e LUIS RICARDO foram identificados como autores de dois roubos seguidos, sendo um praticado a um comerciante no Centro da cidade de Lagamar e, após se juntarem com AILTON a uma propriedade rural na região de Ponte Grande em Presidente Olegário, ocasião em que subtraíram dinheiro e outros materiais.

Após troca de informações entre a Polícia Civil e a Polícia Militar, em um trabalho integrado, LEDSON, GABRIEL, LUIS RICARDO e AILTON foram presos em flagrante no dia 17 de fevereiro de 2017 após praticarem a uma fazenda na região de Ponte Grande em Presidente Olegário, oportunidade em que foram apreendidos dois revólveres, calibre .38 e um aparelho celular que havia sido roubado da vítima, além da apreensão do veículo Fiat/Palio, cor preta, utilizado nos roubos.

Os autores na maioria das vezes utilizaram o veículo Fiat/Palio, cor preta, pertencente a LEDSON, e sempre atuavam armados com armas de fogo e eram violentos com as vítimas, ameaçando de morte caso reagissem ou acionassem a polícia.

As investigações apontaram que a quadrilha atuava de forma reiterada na prática de roubos na região, sendo responsável pela onda de roubos que ocorreu nos meses de dezembro de 2016 a fevereiro de 2017 em Lagamar e Presidente Olegário e, após a prisão de seus integrantes, houve uma redução drástica no número de roubos registrados.

A Polícia Civil acredita que a quadrilha tenha envolvimento com outros roubos praticados na região no período mencionado, todavia, até o presente momento, foi possível confirmar a autoria em oito roubos praticados, sendo que durante as investigações parte dos materiais roubados das vítimas foram recuperados.

A Polícia Civil representou pela decretação das prisões preventivas dos membros da quadrilha que se encontram presos desde o dia 17 de fevereiro de 2017, e irão responder pela prática dos crimes de roubo majorado pelo emprego de arma e concurso de pessoas e associação criminosa armada e, se somadas as penas máximas a serem aplicadas por todos os crimes, poderão pegar 15(quinze) anos de prisão por cada roubo praticado, totalizando 105(cento e cinco) anos de prisão.

Entre os integrantes da quadrilha, AILTON possui uma extensa ficha criminal desde o ano de 1994 envolvido em roubos, furtos e tráfico de drogas. GABRIEL VINÍCIUS possui passagem policial pela prática do crime de posse irregular de arma de fogo, oportunidade em que foi preso pela Polícia Militar no dia 01 de fevereiro de 2016 na posse de 10(dez) armas de fogo. LUIS RICARDO possui passagens policiais por furto e receptação. Já LEDSON não possuía passagens policiais.

A Delegacia de Presidente Olegário, em que pese o baixo efetivo, tem trabalho de forma incessante na apuração dos crimes ocorridos na região, ressaltando que não basta prender, se faz necessária a coleta de provas para subsidiar o processo criminal para que os autores dos crimes permaneçam presos, o que demanda um trabalho integrado entre a Polícia Militar, Polícia Civil, Ministério Público e Poder Judiciário.

Neste trabalho integrado a sociedade civil organizada e os cidadãos de bem têm um papel essencial através do fornecimento de informações à Polícia Civil, seja por meio do Disque Denúncia Unificado – DDU 181 ou pelo telefone da Delegacia de Polícia Civil de Presidente Olegário 34-3811-1227.

Parabenizo a todos os policiais civis envolvidos na investigação, reforçando que a Polícia Civil tem como missão institucional realizar a investigação criminal e o compromisso com o interesse público na apuração dos delitos, o que tem impactado na redução da criminalidade da região, reiterando que não basta prender os autores dos crimes, é necessário que eles permaneçam presos.

Fonte e Fotos: PC de Presidente Olegário