Se confirmada, esta será a 8ª audiência pública com o mesmo propósito realizada nos últimos 2 anos. Durante comentários dos parlamentares sobre o que se deve fazer, o que está certo e o que está errado na condução das políticas de segurança no município, o Vereador Marcos Oliveira (PSDB), comentou: “Na condição de Presidente da Comissão de Segurança Pública, iremos marcar uma audiência pública para ouvir a população e discutir o tema da segurança e fazer um trabalho conjunto aqui nesta casa”, garantiu.

O Vereador Edivar Andrade (PMDB) também reclamou que seus requerimentos não são atendidos e relatou o caso de um atropelamento na Rua Euridamas Avelino de Barros que não teria acontecido, segundo ele, se ele tivesse sido atendido em seu pedido oficial.  “Quando a gente faz um requerimento é porque nós temos consciência do que está acontecendo na cidade, porque nós ouvimos a população e levamos ao conhecimento do governo”, repudiou o Vereador.

Há mais de 4 anos, a quadra da Avenida Bias Fortes, próximo à Amnor tem sido bastante citada por legisladores e secretários de governo, mas, ao que parece, as citações não tem surtido efeito prática.  O Vereador Gilsomar do Projeto (PC do B), cobrou uma ação efetiva por parte do Governo Municipal para o problema. “A quadra na no inicio da Avenida Israel Pinheiro, próximo a Amnor está jogada às traças e está sendo ponto de tráfico e de usuários de drogas que ficam lá usando drogas. Nós estamos fazendo a nossa parte, ouvindo os moradores e estamos enviando requerimentos aos setores competentes, estamos cobrando, mas nossos pedidos não são aceitos”, afirmou.

O Vereador Edivar Andrade (PMDB), chamou atenção para o que ele chamou de “melhor gestão do dinheiro público”, citando o caso de veículos próprios parados substituídos por outros alugados. “Temos que tomar providência e usar melhor o dinheiro público. 2 caminhões de lixo estão parados na garagem da prefeitura por falta de manutenção, com conserto que fica menos de 5 mil reais e enquanto isso a empresa que presta um service terceirizado está ganhando por hora, uma fortuna, um valor muito maior do que o conserto dos caminhões que estão parados,” acusou Edivar.

O Vereador Wilson Martins (PSB) também fez duras críticas ao governo, direcionando sua metralhadora ao Secretário de Transportes. “Desde janeiro eu fiz vários requerimentos ao Prefeito e ao Secretário de Transportes, mas nem resposta eu tive. O Secretário não deu resposta, não deu atenção. A zona rural está um caos e nós não vemos nenhum sinal de trabalho da Patrulha de Conservação da Prefeitura”,  lamentou Wilson.

O Vice Presidente da Câmara, Paulinho Pereira (PMN), fez questão de evidenciar o abismo que há entre os secretários de confiança do Prefeito Condé e os recém indicados pelo grupo que chegou neste mandato ao governo. “Não é só a Secretaria de transportes e de obras que está ruim não, tem que convocar o Secretário de Agricultura também, porque estamos recebendo um caminhão de reclamação da Agricultura também”, disse Paulinho.

Fonte: Paracatu.Net