A atitude de um vereador que decidiu devolver aos cofres públicos o dinheiro que sobrou de uma viagem é coisa rara no meio político.O vereador Lázaro Rômulo Pereira Caixeta (PROS) viajou a Belo Horizonte para uma reunião na Assembleia Legislativa no gabinete do deputado estadual Gustavo Santana para discussão de verbas para o município. A viagem foi paga pela Câmara de Vereadores de Lagamar com dinheiro público.

O vereador recebeu R$ 920 de diária, para as despesas da viagem como transporte, alimentação e hospedagem. “Os custos na capital mineira com uma pernoite somaram R$ 527,81, sobrando R$ 392,19 e eu devolvi ao município”, explicou o vereador.

Segundo o vereador Lázaro Rômulo a Câmara Municipal em todas as viagens os vereadores tem que prestar contas, mas no sistema de diárias os vereadores não são obrigados a devolver a sobra das despesas, ficando a critério e consciência do vereador.

O vereador Lázaro Rômulo que foi o mais votado nas Eleições de 2016, com 461 votos e ocupa o cargo pela primeira vez estuda rever a questão das diárias, uma delas seria votar uma projeto para que os vereadores, cada vez que voltarem de uma viagem, sejam obrigados a esclarecer os gastos e devolver as sobras.

“O valor parece pequeno, mas já serve pra ajudar o município em outra despesa para o povo”, disse Lázaro Rômulo.
Com informações de PO hoje