Segundo dados disponibilizados no site do Banco do Brasil, o município de Vazante teve, até abril de 2017, arrecadação superior ao mesmo período dos exercícios 2015 e 2016. Os números também representam arrecadação de R$ 1 milhão a mais em relação a inflação acumulada dos últimos 12 meses (4,08%), o que pode ser comemorado e muito pelo chefe do executivo.

Em 2015 Vazante arrecadou no primeiro quadrimestre do ano R$ 13.377.547,72. Em janeiro, fevereiro, março e abril de 2016, o valor foi pouco superior: R$ 13.794.247,79, ficando abaixo da inflação acumulada (10,67%). O ideal, na época, seria, pelo menos, R$ 14.804.932,06.

Agora, em 2017, o primeiro quadrimestre do ano pode ser comemorado, em termos de arrecadação, pelo prefeito Dr. Jacques Soares Guimarães. O município arrecadou, segundo o sistema do Banco, R$ 15.359.086.12.

O aumento na arrecadação do município de Vazante foi, inclusive, superior a inflação. Se os números acompanhasse esse índice o município arrecadaria neste período somente R$ 14.357.053,09, ou seja praticamente um milhão de reais a menos.

INFLAÇÃO

A inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), perdeu força de março para abril, passando de 0,25% para 0,14%, a menor taxa para o mês desde o início do Plano Real. Os números foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (10). Em abril de 2016, o IPCA havia ficado em 0,61%.

No acumulado do ano, o indicador está em 1,10%, abaixo dos 3,25% registrados entre janeiro e abril de 2016 e também no menor nível para o período desde o Plano Real.

Nos últimos 12 meses, o índice ficou em 4,08%, abaixo dos 4,57% apurados em março. É a menor taxa desde julho de 2007, quando estava em 3,74%. Com isso, a inflação ficou abaixo da meta definida pelo Banco Central para o ano, de 4,5%.