O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) deflagraram ontem, 11 de maio, a operação Celular Legal, que visa coibir roubos e furtos de celulares, bem como a comercialização dos aparelhos, em Paracatu, no Noroeste do estado. Foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão em 14 estabelecimentos comerciais e duas residências.

De acordo com o promotor de Justiça Dr. Nilo Virgílio, a operação foi deflagrada devido ao grande número de roubos e furtos de celulares na cidade. Muitos roubos com prego de violência, ou grave ameaças.

Os milhares de aparelhos celulares que foram apreendidos em várias lojas da cidade, vão passar por uma minuciosa triagem, onde poderá ser identificada a verdadeira procedência dos aparelhos. Esta é a segunda fase da operação.

Os aparelhos que forem identificados como furtados ou roubados, os proprietários destas lojas poderão responder pelos crimes de receptação. Já os aparelhos que forem comprovados as origens, serão devolvidos para as respectivas lojas, para que possam ser devolvidos aos proprietários.