Segundo prefeito, recursos economizados com a Festa da Lapa serão aplicados em reforma da Policlínica; valor não foi informado





Pela primeira vez em 17 anos os vazantinos e visitantes não tiveram shows aberto ao público na Festa de Nossa Senhora da Lapa. A ausência das atrações artísticas no principal evento da cidade fora anunciada ainda em janeiro, quando o prefeito Jacques Soares Guimarães assumiu o executivo municipal. Naquela época, segundo o prefeito, havia herdado uma dívida de pouco mais de R$ 6 milhões, o que inviabilizaria a realização do Carnavazante, em fevereiro, e os shows na Festa da Lapa, em maio. (Segundo informações obtidas no portal da transparência, até 30/04/2017 o município arrecadou R$ 15.359.086,12).

De acordo com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, com a economia dos gastos que seriam destinados aos shows no Carnaval e na Festa da Lapa, o município vai aplicá-los na saúde, mais precisamente na reforma do Centro de Especialidades Médicas e Odontológicas de Vazante (Policlínica Municipal), construído em 2008 e inaugurado, apenas, em 2012. Os valores ainda não foram informados. A Policlínica ficou aberta entre os anos de 2013 e 2016 e, desde o início deste ano, está fechada, aguardando reforma. O prefeito garantiu que a após a conclusão da obra haverá o funcionamento normal.





Não há no orçamento do município recursos específicos para Carnaval e Festa da Lapa.

Um comentário em “Segundo prefeito, recursos economizados com a Festa da Lapa serão aplicados em reforma da Policlínica; valor não foi informado

  • 5 de Maio de 2017 em 16:22
    Permalink

    Esperamos SERIEDADE na aplicação dos recursos para não ocorrer como no passado, gastar 5 anos em uma obra orçada em 1.5 milhões e no término fechar em valores superiores a isso. Explicar o que será feito de verdade e não pintar o prédio e gastar fortunas com licitações. Estranho ficar 5 anos construindo um prédio e após 4 anos ter reforma? Material de péssima qualidade eu suponho. Aplicar em saúde deveria ser nas tão faladas 4 UTIs, em médicos bons com experiência, remédios para todos, Obras e obras isso não é aplicar na saúde. Se deve tanto como se diz, porque não paga? Se a divida foi parcelada porque insiste em falar do montante e não das parcelas? Pelo levantamento mostrado algum tempo atrás essa divida da prefeitura é dos ultimos 8 anos e ademais, segundo o próprio prefeito disse em palanques, Vazante arrecada 5 milhões por mes, 6 milhões de dividas, isso em 4 anos da 2% da receita. Trabalhar sério moçada e largar de mimimi, quem dera eu ter uma divida 2.5% de minha receita…galera precisa saber fazer conta… Outra coisa colocar no site portal da transparência pra funcionar, simples receita e despesas, porque não mostrar?. Receita é do povo e mostrar como se gasta é um dever do gestor.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *