Cruzeiro conquista uma vitória magra em cima da Chapecoense

Sim, é assim que eu vejo a vitória do Cruzeiro ontem. Mesmo com o golaço de Raniel nos dois minutos do primeiro tempo, precisávamos muito mais que isso para ficar tranquilos no jogo de volta no campo da Chapecoense.

De cara assustei com a escalação de Mano Menezes, que não deu nenhum indício dessa mudança toda que foi feita no time. Com Lennon, Dedé, Lucas Silva, Alisson e Raniel jogando desde o primeiro tempo, a partida começou com uma pegada forte do Maior de Minas em cima do Indiozinho catarinense.

Mas o ritmo não continuou no decorrer do jogo, que perto da outra decisão que temos que enfrentar, era tido como simples de emplacar mais gols. Claro que temos que dar o mérito ao novato no futebol profissional. Raniel recebeu o passe de Alisson, girou puxando pra dentro e meteu chute de perna direita logo de fora da área e garantiu a vitória da Raposa.

Jogadores comemoram o gol de Raniel (imagem de divulgação)

Era visível que os dois times não estavam tão comprometidos como deveriam, e possivelmente muito mais preocupados com as decisões dos estaduais, em que o Chapecoense pega o Avaí e o Cruzeiro enfrenta o Atlético-MG.

O que preocupa mais é que La Bestia Negra não está aproveitando os jogos no Mineirão, com o apoio da torcida, para fazer mais. Se encaixar melhor e dar o show. Ganhamos, temos um histórico muito bom de vitórias esse ano, mas ainda não convencemos como um time promissor nessa temporada. É preciso apertar mais e torcer para que jogadores como Robinho possam se recuperar logo para que dê maior agilidade e criatividade para o elenco.

Os erros foram muitos nos dois times, eles não souberam aproveitar suas jogadas como deveriam, o que de certa forma foi até bom para o Cruzeiro, que mesmo errando muito, viu seu adversário não saber aproveitar as aberturas que os jogadores cruzeirenses deram. Os cartões foram relativamente poucos e a arbitragem se saiu bem.

Se fosse pra pontuar esse jogo, com certeza daria um 5, pois no segundo tempo deu até um certo sono. Agora passou, temos que focar no jogo de volta, em que temos a vantagem do empate e principalmente nos dedicar a decisão de domingo (7), que será, sem dúvidas, a oportunidade de provar mais uma vez quem é o Melhor e o Maior de Minas.

Rumo à Tríplice Coroa Brasileira!!!