Por Karen Cardoso, uma mulher que traz duas coisas muito fortes com ela: a Paixão pelo Jornalismo e o Amor pelo Cruzeiro! Araxaense, jornalista formada – assessora de comunicação, mãe da Maria Flor e uma nômade de coração. Uma visão feminina sobre o futebol e sobre o Melhor e Maior de Minas.

 

Poucas horas para mais uma partida decisiva para o Cruzeiro, e estamos nós aqui novamente para analisar quem entra em campo, quais as técnicas a serem usadas e tudo mais que a gente sempre gosta de dar pitaco.

Vamos esquecer um pouco o Mineiro e falar de um campeonato que tem muitas reviravoltas que é a Copa do Brasil. Desta vez nossa missão é desbancar a amada e destemida Chapecoense. O time catarinense caiu no gosto do público por uma fatalidade, mas ao mesmo tempo foi reconhecido o extremo valor desse clube, conquistando assim uma torcida considerável e que com certeza será o 12º jogador da Chape no campo do Mineirão.

O jogo de hoje não tem nada de fácil, e o time ainda está cansado, devido à partida pesada e sem gols que teve no domingo. Com isso, Mano Menezes terá que administrar bem a parte física dos jogadores, pois essa partida vale muito e ainda temos outra para enfrentar no dia 07.

Falando nisso, temos que aproveitar que a Chape está no mesmo ritmo, pra não dizer um pouco pior, de jogos, pois ela também disputa a Taça Libertadores, além do estadual – que disputará a final com o Avaí. Aproveitando essa vantagem de jogos a menos, o Cruzeiro tem o pensamento certo de conseguir uma vitória larga em casa, para não ter muito trabalho no jogo de volta.

Em nosso último confronto, pela Primeira Liga, a Raposa levou a melhor e ganhou de 2 a 0. O que não quer dizer que o Indiozinho seja freguês. E para enfrentar esse desafio, o Mano Menezes deve começar com o mesmo elenco do clássico de domingo, em que tínhamos Rafael; Mayke, Léo, Caicedo e Diogo Barbosa; Hudson e Henrique; Rafinha, Arrascaeta e Thiago Neves; Rafael Sobis. Infelizmente, ainda não teremos a volta de Robinho e Ezequiel, que continuam fazendo falta dentro de campo.

Lembrando que essa vitória traz um animo a mais para os cruzeirenses encararem essa maratona de decisões que estão por vir. E claro, sonhar com mais uma tríplice coroa brasileira né? Afinal, estamos prestes a começar o Brasileirão. Mas, não vamos colocar o carro na frente dos bois e pensar em uma conquista de cada vez.

O foco agora é 100% na Chape e esperando que a torcida faça um belo show hoje. Ah e claro que Arrascaeta e Sóbis consigam desencantar o pé e meter bola na rede.

CRUZEIRO X CHAPECOENSE

Local: Mineirão, em Belo Horizonte

Data e Horário: quarta-feira, às 21h45 (de Brasília)

Escalação do Cruzeiro: Rafael; Mayke, Léo, Kunty Caicedo e Diogo Barbosa; Hudson e Henrique; Rafinha, Arrascaeta e Thiago Neves; Rafael Sobis. Técnico: Mano Menezes

Desfalques: Manoel, Ezequiel, Ariel Cabral, Robinho e Judivan

Escalação da Chapecoense: Artur; João Pedro, Douglas Grolli, Nathan e Reinaldo; Moisés, Girotto e Luiz Antonio; Rossi, Wellington Paulista e Arthur Caike.. Técnico: Vagner Mancini

Arbitragem: Flavio Rodrigues de Souza (CBF-SP), auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (Fifa-SP)