Após quase duas décadas, Festa da Lapa 2017 não terá shows aberto ao público



Foram vários anos. Artistas de renome nacional, como: Victor e Leo, Rick e Renner, Rio Negro e Solimões, Amado Batista, Eduardo Costa, Cezar e Paulinho, Mato Grosso e Mathias, Gusttavo Lima, Henrique e Juliano, João Neto e Frederico, enfim, nomes famosos que passaram por Vazante nos últimos 16 anos de Festa da Lapa.

Porém, por decisão do atual prefeito Dr. Jacques Soares Guimarães, a população vazantina e visitantes sentirá falta das atrações artísticas que envolviam uma das maiores festas religiosas do estado de Minas Gerais, a Festa de Nossa Senhora da Lapa, que inicia no dia 1º e termina no dia 3 de maio.





A alegação do prefeito é sensata: economia. “Fizemos assim no carnaval, incentivando os empresários para que eles pudessem promover o evento e agora na Festa da Lapa também. O município precisa economizar para que num futuro próximo possamos gerar desenvolvimento para Vazante”, disse o prefeito em recente entrevista à Rádio Montanheza.

A expectativa fica por conta dos espaços privados. Haverá três atrações por noite em ambientes diferentes a partir desta sexta-feira, 28 de abril: Boate Akkasha, Sindicato Rural e Gruta da Lapa Nova.









2 comentários em “Após quase duas décadas, Festa da Lapa 2017 não terá shows aberto ao público

  • 28 de abril de 2017 em 11:53
    Permalink

    So peço ao prefeito transparência de onde aplicará os recursos e menos bla bla bla. Com dados, mostrando a população a receita e onde aplicou. Gastos de rotina ja são previstos na dotação orçamentária. Chega de mimimi e privilégios. Ta na hora de mostrar a realidade r parar de culpar os outros. A dívida n chega a 2% da receita de Vazante. Trabalhar pro povo e não para eleitores.

    Resposta
    • 28 de abril de 2017 em 19:33
      Permalink

      Dá uma olhada nas licitações e você ver onde o dinheiro foi aplicado. Kkkk! Presta atenção nos valores e nos ganhadores.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Se deseja utilizar esse conteúdo envie solicitação para: [email protected]