Por Rádio Montanheza,

Vazante já se aquece para a 136ª Festa de Nossa Senhora da Lapa, as novenas urbanas começaram no dia 22 de abril no Santuário e vão até o dia 30. A Festa da Lapa é uma das maiores e mais conhecidas festas populares de todo estado. Em todos os anos o evento recebe devotos de toda região e país.

Parte da rua Guarda-mor já foi interditada para a montagem do parque de diversões e nos próximos dias a interdição será total para a montagem das barracas, que está autorizada a partir das 7h, de sexta-feira (28), de acordo com o decreto 032/2017, assinado pelo chefe do Executivo Municipal.

Neste ano, foi instituído um conselho para gerir e organizar a festa, no que se refere à locação de espaços públicos e arrecadação das respectivas taxas. Ele será responsável também pelo pagamento de despesas adquiridas com a atividade durante o evento. Entretanto, o conselho deverá prestar contas ao município. Depois de homologadas, as contas serão apreciadas pelo Ministério Público.

O conselho é composto por 12 membros indicados pelas entidades: APAE, Associação dos Moradores do Bairro Novo Horizonte, Asilo São Vicente de Paulo, CDL, Poder Executivo Municipal e Poder Legislativo Municipal. São dois membros e cada.

Os recursos financeiros líquidos provenientes da locação dos espaços públicos, serão destinados a entidades beneficentes, sediadas no município. A escolha das entidades e os percentuais da receita liquida a serem destinadas a cada, ficará por conta dos membros do próprio conselho.

Para receber os recursos financeiros, a entidade deverá apresentar ao executivo o projeto instituído com o plano de trabalho para aplicação. Após 30 dias à execução do projeto, a entidade também deverá prestar contas ao município, que posteriormente, serão apreciadas pelo Ministério Público.

Ainda sobre o período de realização da Festa da Lapa, o Conselho Organizador, deverá reservar uma área exclusiva para montagem de barracas destinadas ao comercio de comidas e bebidas.

A desmontagem das barracas terá que acontecer até as 7h, do dia 5 de maio, quando ocorrerá a interrupção do fornecimento de energia elétrica. A partir desta data, o transito de veículos na Guarda-Mor deve ser liberado.