TRE VAI USAR DADOS BIOMÉTRICOS DO DENATRAN PARA IDENTIFICAR ELEITORES; VEJA QUANTOS SERÃO EM VAZANTE

Vazante

Mais de 2 milhões de eleitores mineiros terão os registros biométricos validados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) nas eleições deste ano. São pessoas que ainda não cadastraram a biometria junto ao TRE, mas cujos dados foram enviados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) à Justiça Eleitoral. 

Os registros biométricos fazem parte do Projeto de Importação de Biometria de Órgãos Externos (Bioex), criado em 2017 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

O objetivo é aproveitar a biometria coletada por outros órgãos para o cadastro eleitoral e evitar que o eleitor que ainda não coletou as digitais tenha que comparecer a um cartório eleitoral apenas para essa finalidade.



Em Minas, mais de 8 milhões de pessoas já tiveram a biometria coletada pela Justiça Eleitoral, representando 51,42% do eleitorado apto a votar. 

Vazante, por exemplo, tem 16.668 eleitores aptos a votar nas eleições de 2022. Do total, apenas 2.359 estão aptos a votar usando a biometria, ou seja, 14,15% do eleitorado do município. Dos 14.318 sem biometria, que representa 85,90% dos eleitores, 4.837 tiveram os dados biométricos repassados à Justiça eleitoral pelo Denatran, representando 29,02% do total. Todos eleitores que tiveram os dados validados pelo TRE-MG.

No dia da eleição, os cadernos de votação, que trazem os dados para identificação dos eleitores, terão o aviso “Biometria fornecida por órgão conveniado à Justiça Eleitoral”.



A habilitação dos eleitores no terminal do mesário ocorrerá de forma idêntica àquela que é feita com a biometria coletada pela Justiça Eleitoral, com o posicionamento do dedo indicador ou polegar no leitor biométrico.

Todos os eleitores devem apresentar documento oficial com foto, independentemente de terem a biometria cadastrada ou não. Confira os dados por município de eleitores com biometria da Justiça Eleitoral e do Bioex.

Quem não poderá votar por ausência de biometria?



Em 121 municípios que já encerraram a revisão biométrica, quem não compareceu dentro do prazo para fazer o procedimento teve o título cancelado e, se ainda não tiver solicitado a regularização, não poderá votar em 2022.

Em outros 138 municípios que também já encerraram a revisão biométrica, o cancelamento dos títulos de quem não compareceu dentro do prazo foi suspenso pelo TSE. 



Essas pessoas poderão votar normalmente em 2022 mas, quando o cadastro eleitoral for reaberto no dia 8 de novembro, os títulos voltarão a constar como cancelados.

Fonte: Hoje em dia



Redação
Author: Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.