Homem é detido suspeito de manter mulher e filhos em cárcere privado em Paracatu

Minas Gerais

A Polícia Civil resgatou uma mulher e seus dois filhos que estavam sendo mantidos em cárcere privado pelo próprio companheiro em Paracatu.

De acordo com PC, a mãe de 37 anos e os filhos de 7 e 12 anos de idade, estavam sendo mantidos em condição de sequestro numa fazenda localizada na região do ribeirão, zona rural de Paracatu, pelo companheiro de 46 anos.

A Denúncia foi recebida pela delegacia especializada de atendimento e proteção à mulher de Paracatu, através da Polícia Civil de Goiás da cidade de jataí. A mãe da vítima teria procurado a delegacia de Jataí, relatando que a filha havia sido sequestrada pelo companheiro e pedia ajuda.



Ainda segundo a PC, diante da denúncia, os policiais da delegacia especializada de atendimento e proteção à mulher, deslocaram imediatamente até fazenda claros, situada a 57 km de distância do perímetro urbano de Paracatu. Onde localizaram o suspeito apartando alguns bezerros no curral da fazenda. As vítimas estavam próximas do suspeito, sem qualquer amarração ou limitação de locomoção.

A vítima foi questionada pelos policiais sobre a denúncia de sequestro, sendo relatado por ela que seu amásio é muito ciumento e exigia que ela ficasse sempre perto dele, ainda que estivesse executando os serviços de caseiro na fazenda.

A mulher ainda disse aos policiais, que ficaram separados por alguns anos, ocasião em que teve outro filho. Segundo a vítima, eles estavam residindo na propriedade a mais ou menos três meses em razão da contratação do seu Amasio.



A mulher ainda disse aos policiais que eles moravam em Monte Carmelo e desde que vieram para Paracatu, constantemente o suspeito vinha proferindo ameaças contra ela, e agredindo as crianças chegando a jogá-las contra a parede e até colocando faca no pescoço da criança de 12 anos, dizendo que estava educando.

A vítima ainda afirmou aos policias, que o suspeito não deixava nenhum dinheiro para ela ir na cidade e que apesar da distância, tentou ir andando com as crianças, mas não conseguiu. as vítimas e o suspeito foram levados para a delegacia de polícia. O proprietário da fazenda responsável pela contratação do suspeito, prestou toda assistência às vítimas como alimentação, hospedagem e passagens para a cidade de jataí/GO.

A vítima representou criminalmente contra o amásio e requereu medidas protetivas de urgência, sendo que as investigações correm no âmbito da delegacia especializada de atendimento e proteção à mulher de Paracatu.



Redação
Author: Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.