PM de Vazante evita consumação de um homicídio, localizando homem ferido; dois suspeitos foram presos

Vazante

Nesta quarta-feira, 24 de março, por volta das 11h45, os policiais militares de Vazante receberam informações, através de denúncias anônimas via 190 – Emergência Policial, onde algumas pessoas informaram que na Rua Gerônimo Onofre, no Bairro Novo Horizonte, havia um homem gritando por socorro, no interior de uma residência suspeita de ser um ponto de tráfico de drogas, popularmente conhecida por “boca de fumo”.

Os policiais deslocaram rapidamente para o local repassado na denúncia e quando chegaram em frente à residência, viram o momento em que dois homens de 20 e 21 anos de idade, suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas e vários outros crimes na cidade e principalmente de usarem a residência como ponto para comercialização de entorpecentes, correram para os fundos da casa e pularam o muro de acesso a residências vizinhas.



Os militares realizaram um cerco policial e fizeram várias buscas em algumas residências, tendo encontrado a dupla de foragidos escondidos e homiziados nas casas de vizinhos. Ao ser procedida a abordagem policial, eles passaram a resistir a prisão com chutes e pontapés, sendo usado os meios necessários para conter as agressões e efetuar a sua contenção. Eles estavam com as mãos e vestes sujas de sangue.

Ao realizarem uma vistoria na casa alvo das denúncias, os militares encontraram em seu interior um homem de 33 anos de idade, caído ao solo com diversos hematomas na cabeça e tórax, provenientes de agressões sofridas com pauladas e esfaqueamento. Os militares solicitaram a presença de uma equipe médica, que compareceu rapidamente e prestou o devido atendimento ao homem ferido, o conduzindo em uma ambulância até o pronto socorro do Hospital Municipal.

Ao entrevistarem os dois suspeitos que haviam sido detidos, eles entraram em várias contradições e disseram que a motivação das agressões, seria porque a vítima teria em data pretérita, furtado um botijão de gás de um deles. Os homens são conhecidos no meio policial, e possuem uma extensa ficha criminal, somando-se a isso, existem diversas informações que eles estavam usando a casa para tráfico de drogas e que a motivação das agressões contra a vítima socorrida, seria por causa de dívidas de drogas, uma vez que o agredido também é usuário de drogas.



Em continuidade às buscas na residência, os policiais encontraram e apreenderam duas facas e um cabo de madeira contendo manchas de sangue, indicando que esses materiais teriam sido utilizados para as agressões. O homem que foi agredido ficou internado no Hospital Municipal, apresentando cortes na nuca, testa e hematomas por todo o corpo.

Os dois suspeitos foram presos em flagrante delito e conduzidos até a Delegacia, com os materiais utilizados para a prática do crime apreendidos, para as providências cabíveis ao fato.

A Polícia Militar não informou os nomes dos envolvidos.



ASCOM/PM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *