Nexa suspende atividade em mina de Vazante por risco de desabamento

Vazante

A Nexa Resources suspendeu temporariamente as atividades da mina subterrânea Extremo Norte no complexo de Vazante, em Minas Gerais, por causa do risco de desabamento.

A operação Vazante compreende duas minas subterrâneas de zinco-chumbo-prata, a “Vazante” e a “Extremo Norte” e a previsão é de que a operação suspensa seja retomada em “dois a três meses”.



Em nota, a Nexa explicou a necessidade da suspensão.

“A Nexa gostaria de esclarecer que a suspensão de atividades da mina Extremo Norte, em Vazante (MG), ocorreu em razão de uma medida preventiva, seguindo as mais rigorosas práticas de segurança. Não há risco para pessoas ou equipamentos à medida que eles já foram retirados do local e não há nenhuma estrutura acima da mina. A movimentação de rochas em uma mina subterrânea é comum e não houve desabamentos. No caso da mina Extremo Norte, a movimentação de rochas, acima do nível normal, ocorreu na galeria de acesso. A empresa está monitorando a movimentação das rochas, a partir das melhores tecnologias no mercado e, considerando as avaliações até o momento, não há risco de colapso da mina.”



Redação
Author: Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *