Idoso é levado para a Delegacia após ser acusado de estuprar criança de 7 anos em fazenda

Minas Gerais

A Polícia Militar prendeu neste sábado (05) em Patos de Minas um idoso de 70 anos por estupro de vulnerável. Ele é acusado de manter relação sexual com uma criança de apenas 7 anos de idade. A calcinha da vítima chegou a ficar suja de sangue e ele a lavou antes de deixá-la voltar para casa. A criança contou toda a história para a mãe.

De acordo com informações da Polícia Militar, por volta das 13h00, a mãe da menor de 33 anos acionou os policiais que compareceram à fazenda. Ela relatou para os militares que a tia do marido dela tem problema de cabeça e mora em uma fazenda próxima. De vez em quando, ela foge e vai para a casa dela. Nessa sexta (04), essa tia chegou em sua casa e que ela deu café para a mesma e depois mandou sua filha levá-la até a casa da familiar.



A mãe afirmou que, quando a menor voltou, ela a achou diferente, retraída e não a olhava nos olhos. Após muito perguntar, a criança teria alegado, primeiro, parte do ocorrido e, neste sábado (05), todo o ocorrido. Ela disse que, quando chegou na casa do idoso, ele teria dado remédio de dormir para a mulher dele.

Então, teria ligado a televisão e chamado a garotinha para assistir. Ele teria pegado um iogurte e dado para a mesma, e depois a levado para um quarto. O idoso teria acariciado e a beijado, tendo tirado a roupa da mesma e a própria, se colocando sobre a mesma para consumar a conjunção carnal.



A calcinha da criança teria ficado suja de sangue e ele teria lavado a peça de roupa, antes de permitir que ela retornasse para a casa. A mãe disse que só acionou a PM neste sábado (05) porque a criança não havia contado toda a história na sexta-feira, também não teria contado para o pai dela com medo de que ele fizesse justiça com as próprias mãos.

O idoso foi preso e conduzido até a delegacia para ser ouvido pela autoridade policial. O Conselho Tutelar foi acionado e a criança encaminhada para o Hospital Regional para serem feitos os exames e também para que ela recebesse atendimento médico.



Patos Hoje



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *