Profissionais dispensados pelas redes sociais fazem protesto em frente à Câmara de Presidente Olegário



Profissionais dispensados pela Secretaria de Educação de Presidente Olegário fizeram um protesto contra o desligamento em frente à Câmara Municipal, na tarde da última sexta-feira (26/06). Os servidores de contratos temporários alegam que foram dispensados sem justificativa pelas redes sociais, em meio à pandemia da Covid-19.

Dezenas de profissionais se mobilizaram em frente à Câmara para pedirem ajuda dos vereadores, em primeiro momento, representantes da classe foram barrados e impedidos de participarem da reunião extraordinária devido ao distanciamento social. Com gritos e faixas de manifestos eles pediam e lutavam pelos seus direitos.

Após algum tempo, representantes da classe foram recebidos pelos vereadores. A Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Municipais fez uso da palavra e disse que os servidores passaram por processo seletivo para serem contratados e, que foram dispensados pelas redes sociais se justificativa, uma falta de respeito e consideração para com os profissionais. Uma servidora dispensada disse que ficaram sem amparo e até auxilio emergencial eles não conseguiram receber, pelo fato de estarem vinculados ao serviço publico.

Sensibilizados com a situação dos servidores, três vereadores protocolaram junto a secretaria um pedido de informação sobre a dispensa dos servidores. A presidente da casa legislativa, Zélia Queiroz, ficou de entrar em contato com a secretária de educação para saber mais detalhes da dispensa dos servidores.



Segundo informações, o contrato de dezenas de trabalhadores foram suspensos no dia 25 de maio. Os contratos suspensos foram dos professores P1, PII, agentes educativos, auxiliares de serviços gerais e estagiários. O executivo informou que os documentos dos contratados permanecerão da mesma forma na Secretaria Municipal de Educação para que quando for possível o retorno, possa ser feito a volta com as mesmas funções, ordem, salários e atividades.

PO Notícias



Written by 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *