Coordenadora da Divisão de Vigilância Epidemiológica de Vazante fala sobre Epidemia de Dengue



O governador Romeu Zema decretou situação de emergência em saúde pública contra a dengue em Minas Gerais. Segundo o decreto de Zema, dos 301 municípios que estão nessas regiões, 46,8% deles apresentam incidêndia alta ou muito alta de casos prováveis de dengue, que incluem diagnósticos suspeitos e confirmados.

O decreto é justificado pelo aumento considerável de internações para tratamento da doença em comparação com o ano passado e também pela necessidade de preparar e instrumentalizar a rede de serviços de saúde para aumentar a vigilância e assistência aos pacientes. 

O governador também pontuou que a epidemia, no contexto de restrição financeira do estado, pode gerar um colapso na saúde pública em razão do aumento da demanda sobre os serviços de saúde.

O decreto entrou em vigor ontem (23).



Em Vazante não é diferente, centenas de casos foram constatados nesse ano, em virtude disso, a Montanheza conversou com Cristiane VictorCoordenadora da Divisão de Vigilância Epidemiológica para falar sobre as dificuldades da Secretaria de Saúde de Vazante de não ter uma UTI em Vazante e sobre como trabalharão as unidades no período da Festa da Lapa.

Ouça entrevista:https://montanheza.com.br/wp-content/uploads/2019/04/24-04-2019-11h35m59s.mp3



Written by 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *