Com quase sete meses fechado, lagamarenses cobram reabertura do Banco do Brasil



Já se passaram quase sete meses desde a ação criminosa que resultou na explosão da agência bancária de Lagamar.

Era madrugada do dia 21 de agosto de 2018 quando bandidos fortemente armados explodiram a única agência do Banco do Brasil na cidade de Lagamar.

Após quase sete meses os serviços ainda não foram normalizados, o que tem irritado boa parte da população, principalmente os que estão se deslocando para outras cidades (Vazante, Patos de Minas e Presidente Olegário) para usar serviços bancários.

Vale lembrar que outra agência da cidade, o Sicoob Credivaz, também foi alvo de explosão, quase nas mesmas proporções em 2015, e a agência, na época, ficou parcialmente fechada por apenas três semanas.

A situação é crítica pois ao se deslocar para outras cidades para receber salários, os lagamarenses optam por fazer compras comerciais nestas outras localidades o que está impactando negativamente e de forma direta o comércio de Lagamar que enfrenta alta recessão desde o fechamento das mineradoras Vale, Galvani, além do atraso nos pagamentos dos servidores estaduais e, agora, sete meses sem o Banco do Brasil funcionar na cidade.

A previsão é que os serviços sejam normalizados apenas em abril. O Banco do Brasil não emitiu comunicado que explique a demora na reabertura da agência.



Written by 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *