COPASA emite nota sobre falta d’água constante nos Bairros Jardim Vitória e Morada da Serra em Vazante




Moradores dos bairros Jardim Vitória e Morada da Serra, em Vazante, têm sofrido uma triste situação: a falta d’água constante, principalmente entre 08h e 18h. A situação se agrava mais na sexta-feira e sábado.

A quantidade de água que chega aos registros nesses horários é totalmente sem pressão, o que dificulta a água percorrer a tubulação e chegar as caixas d’águas, que naturalmente estão acima de três metros de altura.



Com isso, ao longo do dia, com o consumo normal da residência, falta água e moradores reclamam dessa situação há mais de dois anos e nenhuma providência foi tomada pela COPASA, responsável pelo abastecimento no município de Vazante.

É evidente o aumento no número de construções e, consequentemente de moradores no bairro, porém ainda não há 50% de povoamento e com o aumento constante de novas residências a situação vai piorando.



Segundo Oberdane, morador do bairro, a situação só agrava e ele, juntamente com outros moradores, não obtém retorno aos chamados realizados na COPASA. “Já realizei várias reclamações na empresa, tenho todos protocolos comigo, mas a empresa não responde. Temos também reclamado da grande quantidade de ar que passa nas torneiras”, disse.

A Assessoria de Comunicação da COPASA, em Belo Horizonte, foi procurada por nossa reportagem para esclarecimentos sobre assuntos. A Companhia não especificou se há previsão para solucionar o problema do Jardim Vitória e respondeu, de forma genérica, que há um estudo para melhoria em toda a cidade de Vazante. Veja a nota: “A Copasa informa que, para ampliar a capacidade da distribuição de água, está realizando estudos para melhorias no sistema de abastecimento em Vazante. A Companhia esclarece que as intermitências no fornecimento de água do bairro Jardim Vitória são decorrentes do aumento de consumo, devido à elevação da temperatura”, disse em nota.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *